Solenidade lança Liga da Prevenção

Sergio castilho

Da Redação: Joel Melo Fotos: Bruna Sampaio

Liga da Prevenção é lançada na Assembleia 


Iniciativa do deputado Luiz Carlos Gondim (SD), solenidade realizada nesta sexta-feira, 6/11, reuniu, no auditório Franco Montoro, especialistas e militantes em trabalhos de prevenção contra drogas para o lançamento da Liga da Prevenção e também para a entrega do Prêmio Master da Prevenção a pessoas e grupos que se destacaram no apoio a dependentes químicos no Estado de São Paulo. Compuseram a mesa coordenadora da solenidade o secretário de Esportes Jean Madeira, o deputado Sebastião Santos (PRB), o bispo Cláudio - do projeto A Última Pedra, a médica Luzemir Lago, e o psicólogo Sérgio Oliva Castillo.

Eles ocuparam o microfone para realçar a importância da prevenção no combate ao uso de drogas e enfatizaram a criação da Liga da Prevenção como um passo decisivo nesse combate. Foi apresentado vídeo com depoimentos de pessoas envolvidas na luta contra as drogas e que repetiram o mote da liga: "apesar das diferentes abordagens feitas pelos participantes, todos os caminhos propostos vieram somar-se aos esforços do combate às drogas. Alguns depoimentos pessoais trouxeram a experiência de quem já esteve do outro lado, como usuário e dependente e que, por causa de algum fato importante, conseguiu abandonar o vício, retomando o controle de sua vida".

Várias pessoas no plenário fizeram questão de se apresentar como ex-viciados, defendendo a tese de que o vício tem cura, corrente que está longe de ser unanimidade entre os médicos. O esporte também foi citado pelo secretário Madeira como uma das mais fortes alternativas às drogas. Ele falou de ações da secretaria junto aos municípios do Estado de São Paulo, oferecendo equipamentos que visam tirar crianças e jovens das ruas, estas a principal vitrine de oferta de drogas.

Ações sistemáticas e contínuas

A principal recomendação da médica Leuzemir Lago é de que as ações de combate às drogas sejam sistemáticas e contínuas. "Que haja continuidade nas ações. A Liga começa hoje, mas tem de ser levada adiante pelo próximo, e o próximo, e o próximo". Falou também da "necessidade do apoio de políticos compromissados, que enxerguem o sofrimento dessa população". A médica ainda ensejou que a Liga seja um marco divisório no combate às drogas.

Ao final da solenidade, o mestre de cerimônias e um dos idealizadores da Liga da Prevenção, José Florentino dos Santos, conduziu a entrega dos prêmios aos agraciados.

 

Clique aqui para ver a matéria original